Aplicações das TIC no Ensino da Educação Física (Applications ICT in Teaching Physical Education)

Joaquim José Jacinto Escola

Resumen


Resumo. O acelerado desenvolvimento tecnocientífico tem trazido consigo profundas transformações na sociedades avançadas e que se fazem sentir de modo particular no ensino em todas as áreas disciplinares. A presença massiva de meios e recursos de ensino saídos do desenvolvimento da tecnologia informática são paulatinamente integrados nas práticas de ensino, como atesta a história da Tecnologia Educativa no seu estádio de desenvolvimento recente. Constamos aí como os vários materiais de ensino foram sendo concebidos, servindo-se de dispositivos tecnológicos, e como os professores os integraram curricularmente na sua prática. À imagem da Galáxia Gutenberg e da Galáxia Marconi, consagrada por MacLuhan, a Galáxia Internet, aclamada por Castells, recorda-nos de modo claro a relação entre o desenvolvimento tecnológico e as transformações societais, culturais e educativas. Os materiais e recursos didáticos tradicionais continuam a ocupar um lugar incontornável no ensino, no entanto, os progressos tecnológicos mais recentes desafiam-nos, como professores e investigadores  explorar melhor a sua utilização e integração pelo que novo trazem como promotores de melhores aprendizagens. Neste artigo pretendemos identificar um conjunto de possibilidades de  integração curricular das TIC no ensino da educação física, explorando as potencialidades da tecnologia vídeo, do quadro interativo (pizarra digital), das aplicações da Web 2.0 que abrem um leque muito vasto e pleno de possibilidades para o ensino da educação física.

Abstract. The accelerated techno-scientific development has brought with it profound changes in advanced societies that are particularly felt in teaching in all disciplinary areas. The massive presence of educational resources derived from the development of information technology is gradually integrated into teaching practices, as evidenced by the history of Educational Technology at its stage of recent development. We see how the various teaching materials were conceived, using technological devices, and how teachers integrated them in their practice. Similar to the Gutenberg Galaxy and Marconi Galaxy, consecrated by McLuhan, the Internet Galaxy, acclaimed by Castells reminds us clearly the relationship between technological development and societal, cultural and educational changes. Traditional teaching materials and resources continue to play a key role in teaching, however, the latest technological developments challenge us as teachers and researchers better exploit their use and integration through what they bring as new promoters of better learning. This article aims to identify a set of curricular integration possibilities of ICT in physical education teaching, exploring the potential of video technology, interactive whiteboard (digital blackboard), the Web 2.0 applications that open a very wide range and full of possibilities for teaching physical education.


Palabras clave


ICT, Teaching Physical Education, Web 2.0, training of physical education teachers, mobile devices, Applications ICT (ICT, Teaching Physical Education, Web 2.0, training of physical education teachers, mobile devices, Applications ICT)

Texto completo:

PDF (Português)

Referencias


Adell, J. (2010) Educación 2.0. in Barba, C., Capella, S. (coord) Ordenadores en las Aulas. La clave es la Metodologia. Barcelona: Editorial Graó, pp. 19-33.

Barroso Ossuna, J. (2010) La Alfabetización Tecnológica, in Cabero Almenara, J. (2010) Tecnología Educativa, McGrawHill: Madrid, pp.91-104).

Bartolomé Pina & Grané Oró, (2009), Herramientas digitales en la Web ampliada. In Pablo Pons, J. (2009) Tecnologia Educativa. La Formacion del professorado en la era de Internet. Malaga: Ediciones Aljibe, pp.351-389)

Bergmann, C. (2007). Web 2.0 significa usar a inteligência coletiva. Disponível em http://www.dw-online.eu/dw/article/0,2144,2664038,00.html. (acesso em 2018/01/05).

Bianchi, P. (2009). Formação em Mídia-Educação (Física): Ações Colaborativas na rede municipal de Florianópolis/Santa Catarina. Dissertação de Mestrado. Programa de Mestrado em Educação Física, Universidade Federal de Santa Catarina.

Brasil (2004) Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de graduação em Educação Física (2004) Brasília, MEC, Brasil. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução CNE/CES n° 7, de 31 de março de 2004. Disponível em: . Acesso em 1 janeiro de 2018.

Buckinghan, D. (2005) Educación en Medios. Alfabetización, aprendizaje y cultura contemporânea, Barcelona: Paidós.

Campos Mesa, M. C.; Garrido Guzmán, M. E. & Catañeda Vázquez, Carolina (2016) Técnicas para promover a aprendizaje significativo en educación física: Los CMAP-Tools. Retos. Nuevas Tendencias en Educación Física, Desporte y Recreación, núm. 16, julio-deciembre, 2009, pp. 58-62. (Consultado em janeiro de 2018).

Castells, M (2004) A Galáxia Internet: Reflexões sobre Internet, Negócios e Sociedade. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

Castro Lemos, Núria, Gómez, Garía, Iván (2016) Incorporación de los códigos QR en la Educación Física en la Secundária. Retos. Nuevas Tendencias en Educación Físca, Desporte y Recreación, 2016, (enero-junio), pp.114-119, (Consultado em janeiro de 2018).

Coutinho, C. P & Bottentuit Júnior, J.B. (2008). Comunicação educacional: do modelo unidirecional para a comunicação multidireccional na sociedade do conhecimento. In M. Lemos Martins & M. Pinto (Orgs.). Comunicação e Cidadania Actas do 5.º Congresso da Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação. 6 – 8 Setembro 2007, Braga: Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (Universidade do Minho), pp. 1858-1879.

Dambros, D.D. & Oliveira, A. M. (2016) Tecnologias da Informação e Comunicação e Educação Física: currículo, pesquisa e proposta pedagógica. Educação, Formação & Tecnologias (janeiro-junho) 9, (1) pp.16-28.

Escola, J. (2007). A Comunicação Educativa e os Desafios da Sociedade do Conhecimento in Cid Fernández, J. M. & Rodríguez Rodriguéz, J. (2007) La Brecha Digital y sus implicaciones educativas. Nova Escola Galega, pp. 95-110.

Freitas, J. (2009) “De onde Vamos e para Onde Vamos: O Futuro da Internet na Escola”. In Alves, J., Campos, J. & Brito, P. (coords). O Futuro da Internet. Lisboa: Centro Atlântico, 1999, pp.183 -196.

Gomes A & Escola, J. (2012). A Fenda Tecnológica no 1º Ciclo do Ensino Básico: a metodologia em relação à tecnologia, com vista aos resultados escolares. Atas do III Congresso Internacional: A Fenda Digital – TIC Escola e Desenvolvimento Local (CDRom): Póvoa de Varzim, pp. 259-266.

Kenski, V. M. (2008). Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. Campinas: Editora Papirus.

Lévy, P. (2000). Cibercultura. Lisboa: Instituto Piaget.

Lévy, P. (2003). A inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. São Paulo: Edições Loyola.

Lopes, N. & Escola, J. (2012). Quadro Interativo Multimédia e a “Nova” Fenda digital na Aprendizagem no Ensino Básico. Atas do III Congresso Internacional: A Fenda Digital – TIC Escola e Desenvolvimento Local (CDRom): Póvoa de Varzim, pp. 170-176.

Monguillot Hernando, M.; Guitert Catasús, M. & González Arévalo, Carles (2013) El trabajo colaborativo virtual: herramienta de formación del professorado de educación física. Retos. Nuevas Tendencias en Educación Física, Desporte y Recreación, núm. 24, julio-deciembre, 2013, pp. 24-27. (Consultado em janeiro de 2018).

Moran, J. (1995). Novas Tecnologias e o Reencantamento do Mundo. Revista Tecnologia Educacional. Brasil. vol. 23, nº126, pp. 24-26.

Moreira, A. & Nejemedine, F. (2014) O Vídeo como dispositivo Pedagógico e Possibilidades de utilização didática em ambientes de aprendizagem flexíveis. Santo Tirso: Whitebooks.

Pérez Tornero, J.M. (2004) Digital Literacy and Media Education: an Emerging Need. http://elearningeuropa.info/index.php?page=doc&doc_id=4935&docing=4 acedido em 6/01/2018

Roig Vila, R.(2006), Internet aplicado a la educación: webquest, wiki y webblog. Cabero Almenara, J. (2006) Nuevas Tecnologías Aplicadas a la Educación. Madrid: MacGrouwHill, p.228-232.


Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.